Manual da Marca
A empresa Vendas Pós-vendas Peças Imprensa Contato
GTS do Brasil É mais Tecnologia
Máquinas Agrícolas

Produtores rurais recomendam a Flexer Prime da GTS do Brasil  






A Flexer Prime da GTS do Brasil já se tornou preferida do produtor rural para a colheita de grãos. A redução de perdas é um dos aspectos mais observados. Quem investe no agronegócio sabe que esse é um dos fatores mais importantes numa plataforma. “Quando comecei a colher a cevada, no automático, colheu perfeitamente bem, desenhando o solo, juntando bem a palha, distribuindo e alimentando bem a máquina”, explica o operador Márcio André Ortiz. Ele compara: “Uma máquina convencional é ‘caracol’, enrola bastante, bate o produto, quebra, joga fora. A Flexer não quebra. Ela corta e recolhe parelho, não tem perda”, afirma.

 

Márcio, com sua experiência profissional, garante que o equipamento da GTS trabalha mais solto, “mais leve”. O alto rendimento operacional atende a necessidade do setor agrícola, que exige cada vez mais equipamentos de avançados recursos. O produtor Pedro Basso comprovou a qualidade da Flexer e recomenda o uso: “A gente tem que colher conforme os terraços. Sempre tem um detalhezinho a mais, porque senão, não junta tudo. Com essa plataforma começou a diminuir essa exigência do direcionamento do corte da colheita. A Flexer consegue copiar mesmo ao subir ou descer nos terraços, ou de lado. Eu recomendo porque sei que é um produto que vale o investimento, dura muito mais e tem maior robustez”.

 

A colheita é um dos processos mais importantes do planejamento das atividades agrícolas. A escolha do equipamento interfere diretamente no resultado final da produção. “Começamos agora colhendo cevada e aveia; depois vem o feijão e o soja. É um exemplo esta plataforma”, analisa o produtor Raul Basso, que possui outros equipamentos da GTS do Brasil. O conjunto de tecnologias empregado na fabricação de implementos como a Flexer garante também menor gasto de combustível e baixo custo de manutenção.

 

Raul conheceu Assis Strasser, presidente da GTS, num Dia de Campo. Assis participava para demonstrar a potencialidade do equipamento. Eles trocaram ideias sobre o desenvolvimento de tecnologias agrícolas e marcaram um teste. “Foi aí que comprei a primeira plataforma de milho e logo, mais uma”, conta. Não demorou e Raul foi conhecer a fábrica em Lages (SC): “Sempre gostei muito do Assis por ele ser empreendedor, audaz, que vai em busca de soluções”. A GTS do Brasil atende as demandas dos agricultores, otimizando a produção, do plantio à colheita.

Tags:
Categorias









Notícias mais lidas


GTS do Brasil tem cinco novidades em produtos

GTS do Brasil comemora 15 anos de inovação

Tecnologia para produzir o alimento do amanhã

Galeria



Veja também
Flexer GTS do Brasil: qualidade e tecnologia criada em solo nacional
GTS do Brasil – pioneira em drapers no Brasil
Logística de transporte de grãos exige boas carretas graneleiras

Deixe seu comentário!


Comentários



GTS do Brasil. Todos os direitos reservados. NEWSLETTER